Fatal Scream – “From Silence To Chaos” (2016)

Fatal Scream – “From Silence To Chaos” (2016)
(MS Metal Records – Nacional)

Por Leandro Vianna

Um tempo atrás, me deparei com o seguinte comentário em uma matéria do preconceito e ascensão da mulher no meio do Heavy Metal: “Na minha humilde opinião, Metal é um dos gêneros que não combinam com mulher, assim como o Hip Hop e o Country. A música feita por mulheres não soa neutra, menos ainda se a mulher é a parte vocal. Dependendo do gênero, foge da tradição, da base, da raiz, saca? Público do Capital Inicial é mais homogêneo; público da Marisa Monte é maioria mulher.”.

É triste constatar que em pleno século XXI, ainda tenhamos que lidar com esse tipo de pensamento e constatar que sim, o Metal é machista. Por mais que muitos se recusem a enxergar tal realidade, a verdade é que o cenário underground é um reflexo da sociedade onde está inserida e que tal constatação não é “mimimi” de politicamente correto. Claro, não vou ser estúpido de dizer que a situação não tenha melhorado nos últimos anos, afinal, é cada vez maior a representatividade feminina no nosso meio, mas infelizmente muitos headbangers só respeitam uma mulher se ela estiver em cima do palco.

Quanto ao colega que proferiu o comentário citado no início dessa resenha (e para a turma que acha que Metal não é para mulher), eu poderia sugerir que o mesmo escutasse sem demora o trabalho de estréia do quinteto Fatal Scream, banda surgida em Ribeirão Preto/SP no ano de 2012, e formada por Carol Lima (vocal), Diego Aricó (guitarra), João Roberto Cardoso (guitarra), Rodrigo Hurtiga Trujillo (baixo) e Carlos Lourenço (bateria).

Apesar de se tratar de um grupo relativamente novo, o Fatal Scream surpreende pela maturidade já apresentada logo em seu debut. Trafegando entre o Thrash e o Power, sua música é pesada, agressiva, técnica e apresenta ótimas melodias, dessas capazes de ficar na cabeça do ouvinte por um bom tempo. Os vocais de Carol se destacam pela variedade, já que ela se sai muito bem tanto nos tons mais limpos, quanto nos mais agressivos, mostrando um grande potencial para crescimento. Já Diego e João não só conseguem nos entregar ótimos riffs e solos, como também arranjos variados, enquanto a parte rítmica, formada por Rodrigo e Carlos, apresenta um belo trabalho, com linhas de baixo que se destacam e uma bateria muito pesada (o trabalho de bumbo é ótimo).

Descontando-se a introdução, temos aqui 8 canções capazes de fazer o ouvinte bater cabeça até moer por completo o pescoço. Entre os destaques, podemos apontar “Killer Wolf”, com riffs afiadíssimos e soando absurdamente agressiva (além de boa técnica), “Betrayer (Shake)”, com uma pegada mais Groove, que remete ao Pantera e dá uma cara mais moderna à música, “Utopia” que possui um belo trabalho das guitarras, tanto nos riffs quanto nos solos e “Machine Head”, que encerra com brilhantismo o álbum, com uma aula de agressividade. Na parte técnica, a produção, mixagem e masterização foram realizadas no Under Studio (Ribeirão Preto/SP), por Romulo Ramazini Felício, soando bem orgânica, já que deixou tudo claro e audível, mas com um toque de crueza. A parte gráfica, também com boa qualidade, foi obra de Leandro Novo.

Surpreendentemente maduro e coeso (para uma banda com tão pouco tempo de existência), e equilibrando muito bem os momentos mais pesados com os mais melódicos, o Fatal Scream se credencia como uma das grandes revelações do nosso cenário, restando agora esperar seus trabalhos futuros, para confirmarmos todo esse potencial aqui observado.

 

Track List:

01. From Silence To Chaos
02. Killer Wolf
03. Trapped
04. Before The Judgement
05. Betrayer (Shake)
06. Mental Prison
07. Utopia
08. Last Breath
09. Machine Head

Line Up:

– Carol Lima (vocal);
– Diego Alexander Aricó (guitarra);
– José Roberto Cardoso (guitarra);
– Rodrigo Hurtiga Trujillo (baixo);
– Carlos Lourenço (bateria).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *